Cetta Internacional
Isec5 Solutions
C.E.T.T.A - Counter Terrorism Experts
Defesa Pessoal Feminina

DEFESA PESSOAL FEMININA

 






DEFESA PESSOAL FEMININA -  é uma arte de defesa baseada nos mais profundos conceitos de proteção à vida do ser humano, seja ele profissional da área de segurança pública, privada, força militar ou cidadão comum.  As técnicas foram criadas envolvendo todas as hipóteses de acontecimentos, após longos anos de estudo e experiência profissional, nas mais variadas áreas de atuação, vivenciando casos reais, observando as falhas e apresentando resultados que foram perfeitamente satisfatórios. Nossa especialização se faz valer pelo fato de continuarmos estudando e praticando sempre, e principalmente buscando novas soluções para novos desafios. O sensacional e mais eficiente programa de TÁTICAS DEFENSIVAS ESPECIAIS estuda as melhores técnicas das mais diversas artes marciais e principalmente as técnicas profissionais de várias unidades de segurança do Brasil e do exterior; com isso, defendemos que DEFESA PESSOAL (AUTODEFESA) não é uma modalidade de luta ou arte marcial, e sim uma CONDUTA DE DEFESA INTELIGENTE DE SEGURANÇA. Os operacionais, que fazem parte deste sistema, são em primeiro lugar Peritos e Especialistas em SEGURANÇA Pública e Privada, integrando neste trabalho a eficiência prática das artes marciais, com Técnicas e Táticas fáceis de serem aprendidas e difíceis de serem esquecidas; lembre-se: as artes marciais te ensinam a AGIR e REAGIR, enquanto a verdadeira defesa pessoal o ensinará acima de tudo se PREVENIR, por que assim é que se apresentam as estatísticas:

• 5 % AÇÃO

• 5 % REAÇÃO

• 90 % PREVENÇÃO

 

 

Definição:

Defesa Pessoal são todas as técnicas de reação utilizadas para preservar a integridade física e emocional própria e de terceiros. A melhor defesa pessoal se baseia na prevenção, evitando chegar a condição de vítima através do conhecimento dos riscos e adoção de procedimentos de segurança pessoal que dificultem uma ação violenta por parte do agressor.

Existem diversas modalidades de artes marciais que dizem ensinar defesa pessoal. Na maioria dos casos as técnicas só funcionam contra um oponente que segue as regras pré-estabelecidas, ajudando na execução dos movimentos. Algumas destas técnicas ensinadas criam uma falsa sensação de segurança que são na verdade suicidas.

Uma boa técnica de defesa pessoal não espera que o adversário colabore com a vítima. Algumas precisam que a aluna tenha força, ou velocidade ou até mesmo seja uma verdadeira contorcionista para a técnica dar certo. A verdadeira defesa pessoal deve funcionar em todas as situações.

Muitas ensinam formas elaboradas ou centenas de técnicas diferentes, mas a realidade das ruas prova que não importa quantas técnicas você saiba, mas quantas são realmente efetivas.

Uma boa defesa pessoal utiliza todas as armas disponíveis para equilibrar o combate, inclusive com uso de armas (próprias ou impróprias), que servem como equalizadores, ou seja, nivelam um adversário mais fraco (mulher) ao mais forte (homem).

Outra deficiência no treinamento é basear-se apenas no aspecto físico, deixando de lado o mental e psicológico da aluna. Defesa Pessoal se faz através do conhecimento de como o marginal age, ensinando medidas preventivas para evitar as situações de risco, trabalhando o instinto de sobrevivência e preparando a combatividade da mulher.

A defesa pessoal auxilia a mulher devido:

•         Eleva a qualidade de vida, com a prática de exercícios regulares que melhoram as funções do corpo e aumenta a auto-estima;

•         Contribui para as habilidades físicas propiciando maior força, flexibilidade, coordenação motora, velocidade, agilidade e resistência nas situações de emergência.

•         Melhora o aspecto emocional, proporcionando confiança, autodisciplina e determinação para alcançar objetivos.

Características da Violência Física contra a Mulher:

•         Não há regras: um marido violento não se importa em quebrar um braço ou nariz da esposa. A brutalidade registrada em muitos ataques contra a mulher é impressionante.

A violência é rápida e explosiva: ataques de fúria acontecem sem aviso prévio e muitas vezes por motivos banais ou até mesmo de forma gratuita;

O Agressor normalmente é maior e mais forte do que você: a agressão é covarde e ficar em silêncio incentiva novas agressões.

O Agressor agride para imobilizar psicologicamente a vitima: A última coisa que o agressor quer é que reaja, desta forma causar pavor na vítima é uma prática comum entre eles.

 

 

Princípios Básicos de Defesa Pessoal:

 

•         Simplicidade: com movimentos intuitivos, obedecendo à mecânica corporal, sendo as técnicas facilmente assimiladas, lembradas;

•         Objetividade: significa não ter técnicas desnecessárias, que servem apenas para aumentar o currículo e enganar os praticantes;

•     Versatilidade: buscando uma formação completa, conhecendo os riscos, aplicando os procedimentos preventivos evitando ser escolhida como possível alvo pelos marginais; aprendendo sistemas variados de formas de combate e utilização de equalizadores, treinando física, mental e emocionalmente o praticante.

•         Efetividade: ser efetivo, significa neutralizar a ameaça, respondendo de forma proporcional a violência aplicada contra o praticante.

Estes princípios refletem o que é considerado uma boa técnica de defesa pessoal. Qualquer arte que ensine movimentos muito difíceis de serem aplicados em uma situação real deve ser descartada.

 

 conteúdo programático:

 

- Aspectos teóricos das Táticas Defensivas

- Quadro comparativo entre alguns tipos de lutas

- Pontos a ponderar quanto ao uso das armas de fogo

- Fatores que influenciam na aplicação de um golpe

- Pontos vitais do corpo humano

- Conceitos de defesa pessoal

- As Táticas Defensivas e o Direito

- Programa completo de treinamento

- Técnicas de solo

- Técnicas de defesa e ataque

- Técnicas de defesa contra "agarres" e chaves

- Técnicas de defesa contra agressões desarmadas

- Técnicas de defesa contra agressões armadas

- Meios Auxiliares de defesa

- Perfil psicológico dos delinquentes

- Fases emocionais de uma ação criminosa

- Fatores de risco

- Decisão de reação

- Conduta inteligente de segurança

- Técnicas de Defesa contra tentativas de estupro e outras agressões do dia a dia.

- Dicas Gerais de prevenção e Segurança

- Técnicas de defesa e utilização de faca e outros instrumentos improvisados

- Orientações legais dos direitos da mulher

- Cuidados ao sair de casa, shopping, saidinhas de banco, semáforo, faculdade.